logotipo Portal da Familia - Pais, Mães, filhos e avós

Portal da Família
Início Família Pais Filhos Avós Cidadania FamiliarizAR-TE
  Painel Notícias Links Vida Colunistas Vídeos  
 
 
 
FINADOS

Paisagem horizonte

 

Quem organiza a sua vida como se não houvesse a morte não está bom da cabeça…
(Autor desconhecido)

 

O homem fraco teme a morte, o desgraçado chama-a; o valente procura-a. Só o sensato a espera.
(Benjamin Franklin)

 

Aquilo que verdadeiramente é mórbido não é falar da morte, mas nada dizer acerca dela, como hoje sucede. Ninguém está tão neurótico como aquele que considera ser neurótico decidir-se a pensar sobre o seu próprio fim.
(Philippe Ariès)

Segundo a tradição cristã, o dia 2 de novembro é consagrado aos falecidos de todas as famílias.

O Portal da Família se solidariza com todas as famílias que tiveram entes queridos que já faleceram.

Ensaio para a morte

Folhas caidas, de Fábio Henrique Prado de Toledo na Coluna Assuntos de Família

Duas datas, de Paulo Geraldo

Viver muitos anos

A morte de um filho e suas repercussões familiares

Até quando?, por Fábio Henrique Prado de Toledo, na Coluna "Assuntos de Família"


Dica de filme: A Partida

Morrer é apenas não ser visto. Morrer é a curva da estrada. 
(Fernando Pessoa)

Esquecer-se da morte e dos mortos é prestar um péssimo serviço à vida e aos vivos. 
(Philippe Ariès)

 

 

Um túmulo basta agora àquele para quem não bastava o mundo inteiro.
(epitáfio de Alexandre Magno)

 

Tentemos viver de tal modo que, quando morrermos, até o homem da agência funerária lamente a nossa morte.
(Mark Twain)

 



Quando morremos, deixamos atrás de nós tudo o que possuímos e levamos tudo o que somos.
(Autor desconhecido)

 

Devíamos pensar na morte. Analisá-la. Medi-la. Não como quem mede um inimigo, para ver se é possível derrotá-lo, mas como quem olha para dentro de si mesmo com o objectivo de se conhecer. De todos os seres vivos, só o homem possui o conhecimento certo de que vai morrer. Esse conhecimento – manifestação da grandeza do homem – é luminoso e útil: permite-nos saber o que somos e o que são realmente todas as coisas; permite-nos tirar conclusões sobre o sentido da nossa existência – temporária, passageira – neste planeta que deambula num universo imenso.
(Paulo Geraldo - Site Aldeia)

 

O pensamento da morte ajudar-te-á a cultivar a virtude da caridade, porque talvez esse instante concreto de convivência seja o último em que estás com este ou com aquele...: eles ou tu, ou eu, podemos faltar em qualquer momento.
(São Josemaría Escrivá, Sulco, 895). 

 

 
 
www.portaldafamilia.org

Divulgue o Portal da Família para outras famílias e amigos.
www.portaldafamilia.org


Publicidade